O sindicato dos aeroviários da África do Sul decidiu dar prosseguimento a uma greve que reivindica reajuste salarial. Com isso, todos os voos da SAA foram cancelados nos dias 15 e 16 de novembro, afetando todos os clientes com embarques previstos para esses dois dias.

Segundo comunicado da SAA, a empresa não medirá esforços para minimizar o impacto, oferecendo reacomodação nas companhias aéreas parceiras, remarcação e até mesmo o reembolso integral quando necessário.

“Estamos colocando nossos clientes em primeiro lugar e lamentamos o inconveniente inevitável que esses cancelamentos podem causar. No entanto, agindo de forma proativa, a SAA certamente poderá ajudar os clientes a encontrar alternativas”, disse a porta-voz da empresa, Tlali Tlali.

Devido aos cancelamentos, a SSA orienta que os passageiros entrem em contato com seus agentes de viagens ou diretamente com a empresa no 0800 771 1030. Por ora, a empresa aérea pede que seus clientes não se dirijam aos seus aeroportos de partidas durante a paralisação. “Informações sobre o status de nossos voos serão atualizadas regularmente em nosso site e nossos canais de comunicação se encontrarão abertos mesmo no feriado”, destacou a SAA.